segunda-feira, 28 de março de 2016

De Lisboa aos nossos arquipélagos

Por: Costa Pereira - Portugal, minha terra. 

Na zona ocidental de Lisboa, situa-se o Mosteiro dos Jerónimos ou Mosteiro de Santa Maria de Belém, que foi da Ordem de São Jerónimo. Classificado como Monumento Nacional, este notável imóvel, onde constam os túmulos de Camões e Vasco da Gama, é também desde 1983 Património Mundial, eleito pela UNESCO. Obra do séc... XVI, a sua construção deve-se á iniciativa de D. Manuel I, mas prolongando-se para alem de um século. Ligado aos mais importantes momentos da vida nacional, os Jerónimos é um dos principais marcos da arquitectura manuelina. Como os Jerónimos, a Real Basílica do Santíssimo Coração de Jesus, ou Basílica da Estrela é, entre os muitos, outro importante imóvel arquitectónico da cidade, o qual foi convento das freiras carmelitas. Foi mandado construir por D. Maria I, em cumprimento de um voto de que mandaria fazer uma igreja se tivesse um filho para herdar o trono. Teve mas esse filho baptizado com o nome de “José” morreu ainda criança. O desejo foi satisfeito e promessa cumprida e hoje Lisboa tem um admirável templo católico ao lado do jardim da Estrela. E para quem vive em Lisboa, o curioso é que foi de Vilar de Ferreiros que me enviaram este postal no dia 3/6/74. Claro o saudoso padre Guedes.

E como a motivação para fazer este post assenta na divulgação de postais que tenho em arquivo vou-me servir destes em que peguei ao calha e dar um salto aos Açores. Tenho um postal que me foi enviado, em 1/12/ 75 de Santa Maria , por um conterrâneo meu, J. Morais, à data em serviço no Aeroporto de Santa Maria. A ilha de Santa Maria fica situada no extremo sudeste do arquipélago dos Açores, tem cinco freguesias que formam o único concelho da ilha, Vila do Porto. Hoje a principal sustentação da economia da ilha é a actividade aeronáutica.

Cá está outro enviado pelo mesmo remetente, em 20/12/78, de Santa Maria, mas alusivo a Ponta Delega, a bonita capital administrativa do incrível Arquipélago dos Açores, sede de concelho e também capital da ilha de São Miguel. De natureza vulcânica, em alguns locais ainda hoje se manifestam sinais evidentes com fontes de água quente e furnas, onde se faz o tradicional cozido em panelas debaixo do solo durante horas. In loco só conheço a Ilha Terceira.

 E no regresso de Santa Maria, uma paragem na “Pérola do Atlântico”, a ilha da Madeira. Deve ser dos postais mais antigos em arquivo, foi-me enviado pelo ilusionista “D.Rodrigo” por alturas do Natal, a desejar boas festas ao seu “colega Jaucop”. Não tem data, mas vem remetido para a Rua da Junqueira, donde já me despedi em 1968. Situada a sudoeste da costa portuguesa, ilha da Madeira forma com Porto Santo, as ilhas Desertas e as ilhas Selvagens, o arquipélago da Madeira e consequentemente a Região Autónoma da Madeira. Tem o Funchal por capital e o encanto universal que lhe é reconhecido, No Funchal entre tanto a ver destaco o Jardim Botânico, o Monte e Eira do Cerrado, depois a não perder Câmara de Bolos, Cabo Girão, Porto Munis, Camacha, Pico do Areeiro, Santana, Machico , e demais encantos da Madeira que já visitei e relatei

Sem comentários:

Enviar um comentário