sábado, 10 de abril de 2021

Sócrates, o corrupto, prescreveu?


A decisão de ontem do juiz Ivo Rosa tem “pano para mangas”. Hoje no Porta da Loja vem isto.

Aguardemos então pelo recurso do Ministério Público, a apresentar ao Tribunal da Relação até Setembro …

Ivo Rosa não livrou Sócrates. Livrou o sistema que o criou


 

Revista Visão revisita os anos de 1961 em Angola

 

                                https://visao.sapo.pt/


50 mil assinam petição para afastamento de Ivo Rosa da magistratura ...


Caso encerrado

 


Era o Ministério Público que estava a ser julgado?

 

Cartas ao director - jornal Público - 10 de Abril de 2021

Grandes naus, grandes tormentas


 

25 mil pessoas assinam petição para afastar Ivo Rosa da magistratura ...

 

A coisa, em termos sociais,  complica-se ...

Procurador impedido de explicar recurso



 

Não culpem a justiça, queixem-se desta “democracia”

O trabalho de prova da Operação Marquês, realizado durante quatro anos pelo Juiz Rosado Teixeira e a equipe de oito juízes e cerca de 80 inspectores que o Governo de então, apesar da pequenez do País, lhe colocou à disposição, em dupla com o Juiz Carlos Alexandre, foi de GRANDE MÉRITO! Colocaram a nu a estrutura da “elite” politica e cultural da Nação – Corrupta por natureza.



Ora o que o Juiz Ivo Rosa disse ontem, foi precisamente isso: Sócrates não foi pronunciado por corrupção porque os crimes prescreveram! E ao prescreverem, todos os corruptos deste processo foram absolvidos da pronúncia de crime por corrupção.

Os juízes não produzem a Lei. Cumprem-na. Quem a faz são os deputados no Parlamento. Ora se os crimes desta gente prescreveram, é ao Parlamento que se devem exigir explicações. Porque razão os crimes de corrupção (os de maior dificuldade de prova) prescrevem em cinco anos? É ao sistema “democrático" que se deve colocar esta questão, não à Justiça!

A interpretação de Ivo Rosa, felizmente para os portugueses sérios, não é definitiva. Esperemos que o Tribunal da Relação se pronuncie sobre o recurso que o Ministério Público irá apresentar até Setembro.

Quanto a José Sócrates o assunto está encerrado. Politicamente e eticamente, está definitivamente condenado e mesmo assim foi pronunciado em seis crimes. É bom que se leia a imprensa estrangeira e anotem o que diz sobre Portugal. Um país que possui uma Administração Pública das mais corruptas do Mundo!

Não culpem a justiça, queixem-se desta “democracia”!