sábado, 27 de fevereiro de 2016

Uma “vara…..” a denunciar

  Por: Costa Pereira - Portugal, minha terra. 

O país está entregue aos bichos, só muito dificilmente regressará a um nível de credibilidade que permita gerar confiança nos investidores para que se crie postos de trabalho e o trabalhador ativo tenha emprego e deixe de viver à custa de subsídios ou sem eles…Com um governo que se guindou ao mando por usurpação, apenas o desejo de fazer leis a seu gosto e derrubar quem por competência desempenha cargos diretivos, como no caso do Centro Cultural de Belém, bastando para isso um vulgar ministro feito à sobra do pai lhe dar na gana e dizer: "Eu acho que o presidente do CCB tem de sair. E se não sair, eu, na segunda-feira, seguramente o demitirei, usando os instrumentos legais de que disponho", disse João Soares, no âmbito da discussão da proposta de Orçamento do Estado para 2016”.É assim: eu quero, posso e mando.
Mas pior ainda é uma das companhias que ajudou esta governação a derrubar o governo legitimo - o que ganhou as eleições de 04 de Outubro de 2015 -, o Bloco de Esquerda (BE), formado em 2000 pela reunião de três forças politicas: a União Democrática Popular (marxista), o Partido Socialista Revolucionário(trotskista mandelista) e a Politica XXI. Logo nas eleições de 2001 conquistou  Câmara de SalvaTerra de Magos. O eleitorado português adora novidades…Os dezanove deputados que conquistou nas ultimas eleições de Outubro, vão ser a sua sepultura já que “quem muito alto sobe de mais alto cai”. O atrevimento de num pais maioritariamente cristão   vir a publico sem qualquer pudor desrespeitar a fé dos portugueses vai por certo ser pago  próximas eleições à boca das urnas. Que não tarde. A escolha da frase “Jesus também tinha 2 pais” feita pelo BE para celebrar a aprovação da adoção por casais do mesmo sexo, por certo que não vai ficar impune. Até porque como muito bem adiantou o padre e professor universitário Anselmo Borges “ Mais do que infeliz é ridícula. Onde está a graça? A mim não me ofende e a Deus também não, porque o ridículo só atinge quem o produz”. Como quer que seja trata-se de uma animalesca  ação por parte de uma “vara….” a denunciar.

Sem comentários:

Enviar um comentário