sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

ARACATI em visita

Virgílio Gomes
A passear em terras do Brasil: http://www.virgiliogomes.com/index.php/chronicles/741-em-aracati


Pintura de parede como o
brasão de Araca
Visitei Aracati pela primeira vez em fevereiro de 2010 e fiquei co



m apetite redobrado para lá voltar. Pois desta vez lá aconteceu e segui em expedição cultural muito bem acompanhado pelos meus amigos, poços de sabedoria, Gilmar de Carvalho, Wagner Pereira e Walden Luiz a quem devo o sucesso destes dias. Foram dias cheios de curiosidades e vistas a locais que um vulgar turista não tem acesso, ou para onde não pouco recomendados. As questões do turismo cultural para estas bandas não são fáceis. Será que se motivaram de forma excessiva para as praias e festas com música? Também serão importantes mas há muitas mais para além daquelas motivações. E eu pergunto muitas vezes, quando felizmente há chuva, o que fazem aos turistas para não se irritarem dentro dos hotéis ou alojamentos de férias.

Em Aracati um conjunto arquitetónico e paisagístico na cidade foi classificado (tombado) como Património Histórico Nacional, 2000, e compreende trechos da ruas de Coronel Alexanzito e Coronel Pompeu e ainda alguns edifícios próximos como o Mercado Central, a Igrejas Matriz e a Igreja de N. Senhora do Rosário dos Pretos. Nas ruas já citadas também alguns edifícios são alvo de classificação como o edifício do Paço Municipal e Cadeia Pública e a casa do Barão de Aracati onde se encontra instalado o Museu Jaguaribano entre outros.

Sem comentários:

Enviar um comentário