domingo, 2 de abril de 2017

12 anos escravo


Solomon Northup viveu numa época conturbada. Nasceu a 10 de Julho de 1808, morrendo em circunstâncias pouco claras em 1863. Nasceu como cidadão livre, no estado de Nova York. Fazendeiro e violinista, foi dono de terra em Hebron (Nava York). Tornou-se um escritor abolicionista afro-americano após a sua experiência traumática. Sequestrado em 1841 por mercadores de escravos, foi humilhado, torturado e maltratado durante 12 anos pelos senhores das fazendas do Luisiana, onde esteve, sem poder contactar a família ou os seus amigos. A liberdade, cosegue-a apenas 12 anos depois ao conhecer numa das fazendas um empreiteiro canadense chamado Samuel Bass (representado por Brad Pitt no cinema) que, a seu pedido, escreveu aos amigos de Solomon, no Norte do país, contando-lhes o ocorrido. Foi um desses amigos, o sr. Parker, que decidiu trazer-lhe, de novo a liberdade quando contactou as autoridades, retirando-o de uma plantação de algodão, em 1853.
Tornou-se desde então um forte aliado contra a escravidão, ajudando escravos a fugir e denunciando situações de degradação humana.
Esta história é contada neste livro, lançado a público pela Marcador em 2014. Em 2013, o livro que Solomon havia de escrever no ano em que foi libertado, foi adaptado ao cinema.


Sem comentários:

Enviar um comentário