quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Val Pedro um vinho Grambeira

JORGE LAGE
Carrazeda de Ansiães – De tempos a tempos, faço uma referência à Adega Grambeira (heterónimo de Beira Grande), de Carrazeda de Ansiães. Sempre que há um bom vinho que é lançado no mercado, o Manuel Meireles (oficial superior do Exército) e o irmão Frederico Meireles (enólogo) fazem-me chegar as provas divinais. A história de sucesso destes dois irmãos surgiu quando o mercado vinícola estava saturado. O segredo foi voltar as costas à banca e não dar os passos maiores do que as pernas permitem. Hoje têm uma empresa média (no volume de facturação) empresa sólida, com tecnologia competitiva o que elimina grande parte da mão-de-obra. Foi com admiração e satisfação que abri a primeira garrafa de uma sua nova marca DOC-Douro, o «Val Pedro», tinto da colheita de 2010, com a assinatura do enólogo Frederico Meireles. As castas que o produzem são a «Tinta Roriz» e a «Touriga Franca». O teor alcoólico é de 14º, fermentado a temperatura controlada, em cubas inox, para conservar os aromas das castas, com toque a frutos vermelhos. Seguiu-se um estágio de onze meses em pipas de carvalho francês e mais 6 meses em garrafa. Consegui a colheita de 2010, com uma cor forte de vinho tinto robusto e macio. Pegando na toponímia «Val Pedro» (a região do Douro é toda ela de montes e vales) quer-nos dizer que é produzido nas vertentes que formo um vale, encimado por um monte e «Pedro» (pedra) refere-se aos terrenos pedregosos de xisto do Douro Superior.Contactos:grambeira@grambeira.com,www.grambeira.com, 916502018.

Sem comentários:

Enviar um comentário