sábado, 9 de maio de 2015

António Costa, o papão


Um certo jornalista do Expresso escreveu um artigo sobre António Costa e o PS. O ex ministro de José Sócrates não gostou e enviou um sms ultrajando o jornalista. Os jornais não deram importância ao assunto, porque o caso se passou com Costa. Fosse alguém do PSD ou do CDS e tinha sido assunto de semana. Apenas dois colunistas o fizeram.

O que se retira disto é que vivemos num país cujos resquícios de Sócrates demorarão a passar. E a cada dia que passa, ao ex salvador da pátria que tratou Seguro como um pária, se revelam os verdadeiros instintos reprimidos (propositadamente). Entre Costa e Sócrates, "venha o Diabo e escolha!".

Sem comentários:

Enviar um comentário