terça-feira, 7 de agosto de 2018

O pequeno comboio de Artouste


Por cá, em Portugal, os políticos dos vários (des)Governos encarregaram-se de destruir as Linhas que tínhamos: Vouga, Tua, Pampilhosa, Lousã, Gatões, Amarante, Pocinho Barca de Alva, etc e a do Oeste que está quase abandonada, enquanto que lá fora ... é o que se vê.
Este comboio de Artouste comemora 80 anos.
Este caminho foi construído a mais de 2000 metros acima do nível do mar pela SNCF como parte do seu trabalho de electrificação da sua rede e serviu na construção da barragem que vemos no filme. Esta barragem alimenta por condutas forçadas a central localizada no vale. Através do túnel o caminho corre dum primeiro vale para um segundo.  Este é um dos mais belos passeios nos Pirinéus.


Enviado por Jorge Lage

Sem comentários:

Enviar um comentário