domingo, 26 de agosto de 2018

Está de parabéns o meu neto Álvaro



Por: Costa Pereira Portugal, minha terra

Está de parabéns o meu netinho Álvaro, que faz nesta sexta-feira, 24 de Agosto, cinco anos. De parabéns estão os pais e os avós maternos e paternos, os tios; e os primos que são às dúzias. Foi-lhe preparado um lanche-convívio onde estiveram membros da família e amiguinhos do colégio que frequenta.
Foi um dia feliz para o “Alvarito” que já há duas ou três noites que acordava cedo a pensar nesta data, e a contar os dias que faltavam sei lá desde quando?! É assim com todas as criaturas: até aos 20 anos os jovens esfarrapam-se por lá chegar. Dali para a frente o tempo se encarrega de nos levar pela mão, e quando demos por ela já entremos nos “entas” e acabou-se a juventude.
Mas importa viver bem todas estas fases da vida que Deus nos dá, e sabor irá-las quando se pode fazê-lo. No tempo em que nasci quase ninguém sabia o dia em que nasceu, e então festeja-lo é que nem pensar. O fruto de ter nascido na época da II Grande Guerra Mundial.
Tudo mudou para melhor e hoje saber o que custou é bom lembra-lo aos mais jovens para que evite não resvalarem para semelhante tragédia. Os prazeres da vida e a liberdade sem regras provoca o caos de desarranja os carretos cerebrais.
Também eu gostei desta tarde que passei com o meu neto, e na companhia de tanta gente amiga, mesmo perante algumas caras que não conhecia, mas como diz o adágio “Os amigos dos meus filhos, meus amigos são”.
O calor que se fez sentir ajudou à festividade e um saltinho até à Quinta das Conchas ali ao pé serviu para aliviar o stress do aniversariante e seus companheiros, e aos mais crescidos e igual modo. Que São Bartolomeu sempre proteja o meu neto e todos os seus amigos.

Sem comentários:

Enviar um comentário