segunda-feira, 30 de julho de 2018

O papel do Capitão de Abril, Coronel Jorge Golias, na Génese da Revolução


JORGE LAGE

Parece que terá havido quem não estivesse muito de acordo com um meu texto anterior, em que referi, citando um camarada de armas que disse que o Coronel Jorge Golias foi o «Pai da Revolução». Eu queria dizer que o seu papel na fase embrionária e nos primórdios do «Movimento dos Capitães» foi de grande coragem e risco e foi à frente. Como diz o dito: por traz de um grande feito está a sua sombra. Jorge Golias tem muito a ver com a parte mais clandestina e silenciosa, tendo outros, depois, saltado para a ribalta. O nosso conterrâneo, generoso até dizer basta, é de uma humildade impressionante e nos momentos de se colherem os louros, aparecem sempre muitos a acotovelar-se uns aos outros. Aí nunca estará, uma das personalidades mais cultas que conheço e de grande estatura moral e cívica, Jorge Golias.

Sem comentários:

Enviar um comentário