terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Allheira de Mirandela com Indicação Geográfica Protegida - IGP

 
Jorge Lage
É sempre um processo demorado e que exige alguma paciência para satisfazer todos os requisitos do grande lóbi de Bruxelas com vista a proteger os nossos produtos genuínos, como é a Alheira de Mirandela, considerando-os de IGP. Todos os nossos fabricantes de alheira, que se queiram submeter aos critérios definidos, verão as suas alheiras ostentar o selo europeu de controlo de qualidade e de origem. Gera-se, assim, uma maior confiança entre os consumidores e o nosso mais famoso enchido. Esta é sem dúvida uma vitória importante para os produtores envolvidos e para o nosso Município, evitando-se situações confusas, como a do finaço dos lados de bragança que estaria a colocar em risco a saúde pública e mais que isso estava a destruir os produtores sérios da nossa praça. A IGP europeia vai afastar quem pensa mais no dinheiro e menos nos clientes e consumidores, que são, no fundo a maior riqueza duma empresa. Sobre as alheiras de qualidade e saudáveis é minha convicção que nenhumas batem as «alheiras especiais» de Mirandela e que eu tive o privilégio de saborear com a marca «Eurofumeiro». Muito equilibradas no tempêro que afasta a banha «venenosa» à saúde. Se em Mirandela temos bom pão e bom azeite é meio caminho andado para o sucesso e para uma alimentação saudável para o consumidor. Assim, a partir de agora a boa alheira, para mim, tem que aliar o paladar a um conteúdo saudável. Posso afirmar que as nossas «alheiras especiais», não as normais, são das melhores. Os meus parabéns aos restantes produtores que como a «Eurofumeiro» se preocupam com o binómio paladar e salutar, para bem da saúde do consumidor. Parabéns ao Município por se empenhar nesta distinção e protecção.

Sem comentários:

Enviar um comentário