sábado, 24 de junho de 2017

Um saudoso bajouquense

Por: Costa Pereira - Portugal, minha terra


Conceituado industrial de madeira cuja actividade se estendia muito para além da região leiriense, o Sr. João Francisco Pedrosa, vulgo “João Grazina”, foi hoje, dia de São João, a sepultar no cemitério da sua freguesia que muito amava. Natural da Bajouca, onde nasceu, a 11/11/1934, e residia, o Sr. João Grazina, faleceu a 22/6/2017, com 82 anos de vida laboriosa e generosamente vivida. Homem de muita fé, que soube usar das faculdades recebidas do Criador para servir em família e em sociedade, honrando a sua condição cívica e de baptizado. Casado com D. Maria dos Prazeres Pereira Fernandes, o saudoso extinto era pai de seis filhos, João, Rui, Fátima, Regina, Ana Paula e Goreti Pedrosa.  

O seu funeral que decorreu às 10h00, com missa de corpo presente, concelebrada; além do pároco da Bajouca, Sr. Padre Davide; do reitor de Fátima, Sr. Padre Carlos Cabecinhas; o Sr. Padre José Henriques, o pároco de Barbacena (Elvas), Sr. Padre Moisés, onde a filha do falecido, Goreti é religiosa;  e ainda o diácono João Paiva. Tanto o Padre Carlos Cabecinhas, como o Padre José Henriques são sobrinhos do saudoso Sr. João Grazina. No préstito além de muitos amigos, também muitas religiosas de diferentes  congregações tomaram parte.

Bem disse o filho João, no elogio fúnebre que no fim na Eucaristia, em seu nome e de toda a família, pronunciou como despedida do pai, mas também de agradecimento a tantos amigos ali presentes. Recordando, “Meu pai não vai ficar na história, mas fez história”. Fez, é mais um daqueles homens que deixam rasto. Um saudoso bajouquense.

Sem comentários:

Enviar um comentário