quarta-feira, 28 de junho de 2017

Tribunal censurou negócio com SIRESP assinado por Costa


Contrato SIRESP foi adjudicado sem nunca ter havido concurso público. AntónioCosta conseguiu renegociar e baixar o preço, mas mexeu no caderno de encargos.
O Tribunal de Contas (TdC) deu luz verde em 2006 ao contrato celebrado entre o Ministério da Administração Interna, então liderado por António Costa, e a SIRESP. Mas avisou que, nos moldes em que estava desenhado, o Estado poderia sair prejudicado. Ausência de concurso público, falta de tempo para a apresentação de propostas e mexidas no caderno de encargos motivaram as reservas do TdC.


"HOUVE FALHAS" NO SIRESP, GARANTE COMANDANTE DOS BOMBEIROS DE PEDRÓGÃO.

Sem comentários:

Enviar um comentário