segunda-feira, 17 de abril de 2017

Em terras leirienses



Por: Costa Pereira Portugal, minha terra

Por norma durante o tríduo pascal a igreja encontra-se despida de arranjos floridos, é tempo de pesada reflexão e oração que só depois da Vigília e das cerimónias da Ressurreição vem o momento da muita alegria para os fieis cristãos. Conhecido também como Sábado Santo, Sábado Negro e Véspera de Páscoa, o Sábado de Aleluia é para os cristãos a data mais esperada pois recorda o dia em que o corpo de Jesus estive sepultado no túmulo.
As cerimónias começam no adro às 22h00, com a bênção do fogo e do círio pascal e depois dentro da igreja com a bênção da água. Embora a atmosfera litúrgica inicialmente ronde à volta da tristeza, com o andamento das leituras vai desandando para a alegria atingindo o ponto alto quando ao fim da Vigília de Páscoa surge a saudação pascal “Cristo ressuscitou ! “.
Na Vigília que começa antes da meia-noite os fieis reúnem na igreja para a leitura completa dos Actos dos Apóstolos. Vigília que começa com o Oficio da Meia-Noite, durante o qual o Cânon do Sábado Santo é repetido. Nessa ocasião todas as luzes da igreja são apagadas e no escuro e em silêncio proclamada a Ressurreição de Jesus.
Concluído o essencial da maior das cerimónias cristãs, este ano com o tempo a dar forte ajuda, foi a entrega da cruz a cada um dos chefes de equipa paroquial que no próximo sábado, dia 22, vão fazer a Visita Pascal ou Compasso por toda a freguesia, cada um no lugar que lhe foi determinado. Catorze contei eu, sem incluir o Pároco, Sr. Padre Davide.
Com a Ressurreição renova-se a fé e a alegria no coração dos cristãos, filhos de Deus. No Adro agora mesas com amêndoas, bolos e uma bebida espirituosa, com fogo de artifício. Só na Bajouca !!!
A Páscoa ou Domingo da Ressurreição é a festividade religiosa que marca o ápice da Paixão de Cristo e é precedido pela Quaresma. Mas o tempo pascal vai-se prolongar por mais 50 dias até ao domingo de Pentecostes. Na missa deste domingo da Ressurreição que às 09h00 celebrou o Sr. Padre Davide foi recordado isso mesmo, pelo celebrante que no fim da Eucaristia veio para fundo da igreja cumprimentar os paroquianos e ofertar uma amêndoa a cada um que meteu a mão na cesta. Acto muito bonito e original
 Uma Santa Páscoa vivida à maneira e como Deus quer, em terras leirienses

Sem comentários:

Enviar um comentário