quinta-feira, 20 de abril de 2017

11 - Antologia CTMAD - Carlos d'Abreu

MAÇORES - Torre de Moncorvo


 Carlos d’Abreu , Maçores (1961), Doutor em Geografia (USAL), Mestre em Arqueologia (UC), Licenciado em Ciências Históricas e Património (UPT), investigador do Centro de Literatura Portuguesa (UC), Técnico Superior do Ministério da Educação, autor de centenas de publicações nas suas áreas de formação.

Alguma da bibliografia, entre mais de centro e trinta títulos: no âmbito do PARM, Carta Arqueológica do Concelho de Torre de Moncorvo, (Plano Director Municipal de Torre de Moncorvo, in Diário da República, n° 70, 1 Série B, de 23.03.95, Anexo Estações Arqueológicas, pp. 15921593), 1981 1991; c/ vários outros, Introdução a um programa de investigação regional, Projecto Arqueológico da região de Moncorvo, in Arqueologia, n° 11, GEAR Porto, 1985, 144;148; O Concelho de Freixo de Espada à Cinta no Século XVIII segundo dois manuscritos inéditos, Memó rias da Academia de História 1721 e Memórias Paroquiais 1758, Douro Arqueológico, Cadernos, 1, PARM, Porto, 1991; Memórias Paroquiais de 1758 in Terra Quente (Mirandela): Memória Setecencista de Vilarinho da Castanheira, n° 80. 1994: Memórias paroquiais (1758), n° 81, 1994; Memória setecentista de Carvalho de Egas e de Seixo de Manhoses, n° 82, 1994: Memória Setencista de Vila Flor, n° 84, 1995; Memória Setecentista de Alfândega da Fé, n° 86, 1995; As Memórias Paroquiais de 1758 do actual Concelho de Torre de Moncorvo, ao longo dos n°s. 197 a 218, 1999 a 2000; Mirandela em Meados do século XVIII, n° 144: 1997; A propósito da Regionalização, in jornal Terra Quente (Mirandela): A Regionalização do Regime Liberal, n° 104; 1995; Reformas Administrativas Liberais (1832 1836), Reflexos no Distrito de Bragança, n° 105, 1995; Reformas Administrativas Liberais (1832 1836), O Caso de Vilarinho da Castanheira, n° 107, 1996; Porções de território..., n° 114, 1996; Foi há 100 anos suprimido o concelho de Alfândega da Fé, n° 121, 1996; Ao longo da nossa história a extinção há 100 anos do concelho de Freixo de Espada à Cinta, in Boletim Municipal, Ano 7, n° 12, Freixo de Espada àCinta, 1992, 32; O Ferro e as Ferrarias de Moncorvo, in Brigantia, vol. XVII, n° 34, Bragança, 1996, 9 14; A Estação Arqueológica do Castelejo (Lousa, Moncorvo) sua descoberta e tentativa de interpretação, in Brigantia, vol. XVII, n° 3 4, Bragança, 1996, 15;29; A criação do distrito da Guarda no âmbito das reformas administrativas liberais (1832 1836), in Écôa, n° 24, Vila de Foz Côa, 1996; Torre de Moncorvo: Território e Administração (1285-1994), 2° Congresso Internacional sobre o Rio Douro, 25.IV a 01.V.1996, Vila Nova de Gaia, (Livro do Congresso, p. 19); c/ Paula Machado, Os expostos na região de Moncorvo, in Actas do Congresso Histórico/Páginas da História da Diocese de Bragança Miranda (1545 1995), Bragança, 1997, 173;186, A sociedade moncorvense no Antigo Regime, in Actas do Congresso Histórico/Páginas da histórico da Diocese de Bragança Miranda (1545 1995), Bragança, 1997, 187;201: c/ Jose Ignacio de Ia Torre Rodriguez, o Douro, Vila Nova de Foz Côa e Torre de Moncorvo duas margens de alguma conflituosidade na Idade Média, in: Côavisão, Y4, Vila Nova de Foz Côa, 1998, 69;77; Torre de Moncorvo percursos e materialidades medievais e modernos, dissertação de Mestrado em Arqueologia, FLUP, Porto, 1994 98; A Criação do Concelho de Torre de Moncorvo, construção de fortaleza na sua sede e respectiva forma urbana, in: Carlos Alberto Ferreira de Almeida in memoriam, coord. Mário Jorge Barroca, vol. I, FLUP, Porto, 199, 23 32; As igrejas da vila de Torre de Moncorvo com estatuto de matriz (Séculos XIII -XVIII), in DOURO Estudos & Documentos, vol. IV, n° 8, Porto, 1999, 83;117; A itineração na antiga Comarca de Torre de Torre de Moncorvo, II Jornadas Culturais de Balsamão (01 a 05. X.1999), Convento de Balsamão (Chacim) e Torre de Moncorvo; O antigo Chafariz da Praça de Torre de Moncorvo no contexto do abastecimento público de água à Vila, in: Brigantia, vol. XX, Bragança, 2000, 43;51; O Município de Torre de Moncorvo no Século XVIII, in: lI Edição do Programa Nacional de Bolsas de Investigação para Jovens Historiadores e Antropólogos, Vol. I, Fundação da Juventude, Porto, 2000, 43;162; c/ Josep M. Mata Perelló, Chapa Cunha (Torre de Moncorvo, Portugal): un paso intermedio del camino de Ia farga catalana hacía el Brasil, Primer Simposi sobre Ia Mineria i Ia Metalúrgica Antiga al Sudoest Europeu, Universitat Politécnica de Catalunya. Serós, Catalunya, 05 a 07 V 2000; Torre de Moncorvo na cartografia antiga (Séculos XVI-XVIII), Ill Jornadas Culturais de Balsamão (04 a 08.X.2000), Convento de Balsamão (Chacim) e Alfândega da Fé; O castelo da Vila de Torre de Moncorvo (e contributos para a história da sua destruição), in: DOURO Estudos & Documentos, vol. V, n° 10, Porto, 2000 (2°), 73;98; A antiga Casa da Câmara e o Pelourinho de Torre de Moncorvo (contributo para o estudo do antigo património edificado da Vila), in: Brigantia, vol. XXI, Bragança, 2001, 69 77; Proposta de (re)demarcação da Comarca de Torre de Moncorvo segundo um manuscrito de José António de Sã (1795), in: Revista Aquae Flaviae, n° 25, Chaves, 2001, 119;142; Para a história do antigo Convento da SS. Trindade da Redenção dos Cativos, na Lousa, antiga Comarca de Torre de Mon corvo, IV Jornadas Culturais de Balsamão (31 X a 04.XI.2001), Convento de Balsamão (Chacim) e Miranda do Douro; Mineração e metalurgia em torno do jazigo de ferro de Torre de Moncorvo, in Actas 3° Congresso de Arqueologia Peninsular, vol. VIII, Porto, 2000 (Março de 2002), 367;382; O Património Cultural do Sul do Distrito de Bragança Segundo o Abade de Baçal tentativa de elaboração de índices temáticos às "Memórias Arqueológico Históricas", in: Brigantia, vol. XXII, Bragança, 2002, 9;96; O Abade Tavares, percursor da Arqueologia do Sul do Distrito de Bragança e o processo de concurso para Pároco de Carviçais (1899), no prelo in "Brigantia", Bragança, 2002.


Sem comentários:

Enviar um comentário