quarta-feira, 29 de março de 2017

Transmontanos galadoardos com prémios nacionais: Rentes de Carvalho e Eurico Carrapatoso



RENTES de CARVALHO
O prémio de “Melhor Livro de Ficção” da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) foi atribuído ao romance O Meças, de J. Rentes de Carvalho, publicado em 2016 pela Quetzal. O anúncio foi deito  durante a Gala da SPA dos prémios Autores 2017, no Centro Cultural de Belém, que contou com a presença do Presidente da República e do Ministro da Cultura.
O escritor transmontano, com raízes na aldeia dos Estevais, concelho de Mogadouro, radicou-se na Holanda há seis décadas e publica desde os anos 60.
Rentes de Carvalho passa parte do ano na aldeia dos pais em Trás-os-Montes e vai lançar nos próximos meses um livro sobre a região, num projecto da fundação Francisco Manuel dos Santos. Trás-os-Montes é o cenário de fundo do romance o “O Meças”
EURICO CARRAPATOSO

Rentes de Carvalho não foi o único transmontano distinguido por estes galardões: o mirandelense Eurico Carrapatoso venceu com “Magnificat em talha dourada”, a categoria de Melhor Trabalho de Música Erudita. 


Sem comentários:

Enviar um comentário