segunda-feira, 20 de março de 2017

Não, nunca partirás...


Não, nunca partirás...

Nas agruras da vida, há dias de nevoeiro,
que não me deixam enxergar para longe.

Do além vem uma luz, que me prende a ela.
Essa luz, é uma estrela.
São os teus olhos...

Minha Mãe!...

(Poema de Abílio Bastos, em Nova Iorque, 16 de Fevereiro 1997)

Nota: É sempre muito doloroso quando vemos uma Mãe partir e mais ainda quando estamos a milhares de quilómetros impotentes para um último adeus, como foi este caso (Jorge Lage).

Jorge Lage – jorgelage@portugalmail.com – 20FEV2017

Sem comentários:

Enviar um comentário