terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Há 115 Anos, fez agora


Por: Costa PereiraPortugal, minha terra

O falecimento de D. Javier Echevarria, obriga à convocação de um congresso que elegerá um novo prelado do Opus Dei. Logo no dia 22 de Dezembro, D. Fernando Ocáris, vigário auxiliar do Opus Dei, tornou publica a convocação do congresso que elegerá o novo prelado. Estando já determinado que “A partir do dia 21 de Janeiro reunir-se-á o plenário do Conselho para as mulheres da prelatura, que deve apresentar ao congresso as suas propostas de candidatos. As primeiras votações do congresso electivo serão no dia 23 de Janeiro. Nestas ocasiões é costume fazer-se palpites sobre quem será a personalidade eleita para carregar com o peso universal desta porção de povo de Deus ao serviço da Igreja e das almas.
Sem se afastarem muito da hipótese de vir a ser Mons. Ocáris, uma vez que as anteriores sucessões se tem orientado por esse critério. E pode continuar assim, só que na entrevista que deu a 22 de Dezembro, o vigário auxiliar , recordou: “Nas eleições anteriores verificou-se, efectivamente, essa circunstância. Penso que terá sido devido às personalidades e biografias singulares dos dois primeiros sucessores, que foram formados directamente por S. Josemaría. Os eleitores votaram em consciência nessas pessoas. Não foi um processo automático. Pareceu-lhes que o melhor era eleger aqueles que tinham trabalhado mais perto do fundador”. E mais acrescenta: “Algumas circunstâncias mudaram desde então: o novo prelado já não será uma pessoa que tenha trabalhado de um modo tão directo com o fundador como tinha acontecido com o Beato Álvaro del Portillo e D. Javier Echevarría, ainda que talvez o tenha podido conhecer e lidar com ele”. Tudo no Opus Dei gira á volta de muita oração e presença de Deus, e no neste acto electivo parece evidente a actuação do Espírito Santo, já que a eleição decorrerá em tempo muito especial dentro da Igreja: Oitavário de orações pela unidade dos cristãos. Anualmente comemorado pelos cristãos desde o dia 18 ao dia 25 de Janeiro ( festa da conversão de São Paulo). Disso nos dá conta Mons. Ocáris ao fazer saber: “Quem tem a responsabilidade de uma eleição deste tipo põe a sua segurança na “corrente” do Espírito Santo, como nos animava a fazer o Papa Francisco há uns dias, quando se lhe falou do futuro imediato do Opus Dei”. São milhares de fieis da prelatura que espalhados por todo o mundo em oração aguardam pela eleição do novo prelado que seja quem for prosseguirá as linhas traçadas pelo fundador, São Josemaria Escriva, que nasceu em Barbastro, a 09 de Janeiro de 1902. Há 115 anos, fez agora

Sem comentários:

Enviar um comentário