domingo, 22 de maio de 2016

Uma boa noticia!


A populaça soube ontem pela boca do camarada Costa que a Caixa Geral de Depósitos ia ser recapitalizada. Bruxelas permite que aí seja injectada uma soma astronómica que irá compensar os crimes (e os criminosos) que na instituição foram realizados entre 2005/2011. Quatro mil milhões! A quantia que o cidadão comum julga nos bolsos dos criminosos, e que maculou o serviço de excelência dos seus funcionários.
O camarada Jerónimo veio logo concordar com a injecção. Fosse um governo de "direita" e tê-lo-íamos a condenar as forças obscuras do capitalismo selvagem!
Da dona Catarina nada se respigou. Tem andado desaparecida desde que Bruxelas mandou aqueles bafozitos sobre as possíveis “penalizações” de Junho/Julho. Coisa que as manas (e o sr. Galamba) não admitem! A Mariana e a Joana.
Os comentadores, naquela verborreia do costume, com um arroto aqui ou ali, nada dizem. Falam da injecção e omitem os crimes. Aliás, para eles é uma boa noticia a injecção! Para a gente decente seria a prisão dos criminosos.
Que fique bem claro. O banco do Estado não é um banco qualquer. Que o BES, o BANIF e outros tenham ido à falência é uma coisa. Que o mesmo tenha acontecido ao banco do Estado é outra. E a decência não deve ficar inerte perante isto. Tem responsabilidades éticas e morais para exigir que os criminosos não fiquem impunes. A não ser assim, jamais sairemos da nova bancarrota que se aproxima a passos largos. Mas a festa continua!     Armando Palavras

Sem comentários:

Enviar um comentário