quarta-feira, 25 de maio de 2016

GUERRA JUNQUEIRO: NOVA ANTOLOGIA



O poeta trasmontano Abílio Manuel Guerra Junqueiro (1850-1923), cuja vasta obra muitos teimam em desvalorizar — e não apenas por motivos literários —, continua apesar disso a merecer a atenção das editoras.
É o caso da Cotovia, de Lisboa, que acaba de publicar a antologia Guerra Junqueiro: A musa dual. Trata-se de uma selecção de textos em verso e prosa cobrindo a obra dúplice do poeta: por um lado, a poesia panfletária, de combate contra o clero, a monarquia e a dissolução dos costumes (respectivamente em A velhice do Padre Eterno; Pátria e Finis patriae; D. João, etc.), por outro lado, a poesia lírica e comovida (em Os simples; Vibrações líricas, etc.).


António Manuel Pires Cabral –
Wikipédia, a enciclopédia livre
               

A selecção e organização dos textos, bem como o breve estudo introdutório, são da responsabilidade de A. M. Pires Cabral.
Grémio Literário Vila-Realense
Câmara Municipal de Vila Real

Sem comentários:

Enviar um comentário