sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Cá estaremos para ver


Por: Costa Pereira    Portugal, minha terra.                                                              O 1º a ser traído foi Seguro
Para mim a figura do ano/2015 é António Costa, pois sendo derrotado pelos Portugueses no dia 04 de Outubro, arranjou escadote para subir a PM. Bom proveito. Aos portugueses, me parece que vai ficar cara esta aventura de um perdedor armado em vitorioso. Não será por muito tempo, mas para asneirar é quanto basta, e já começou pelo Banif, e com a TAP também na mira. Mas tudo bem, a justificação que deu, para atraiçoar quem ganhou as eleições legislativas, foi a de que aliado às esquerdas radicais as greves deixariam de ser problema e o apoio para uma legislatura de 4 anos estava garantido. Só acredita quem quer, os resultados, pela negativa, já se começam a ver, ainda o ano novo não começou, e já a greve da CP, em dia de Natal. Boas Festas.

E depois... numa só virada foram dois, Passos e Portas.
 



A preocupação de “salvar” os amigos e camaradas da Justiça, deve estar em mente e neste caso o Sócrates, por certo o Pedroso e Compª, pois carecem de influencia politica para que as acusações resultem em aguas de bacalhau. Foram certamente motivos fortes que levaram as esquerdas a se acasalarem. Como porém são todos do mesmo sexo…, nem o casamento promete duração, e descendência muito menos. Que ao menos sirva de lição e proveito aos potenciais eleitores deste país entregue a oportunistas. E não esquecer que :” Um politico com falta de ética, mais cedo do que tarde paga as favas. E quando a cavaqueira a sério começar a partir de Março, Costa irá receber a resposta adequada”. – Cá estaremos para ver

Sem comentários:

Enviar um comentário