sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Karl Marx estará presente no funeral politico de António Costa

António Costa e as outras duas esquerdas, têm a cultura “democrática” da intriga politica e de pretenderem transformar as derrotas em vitórias. Ninguém consegue explicar ao Dr. Costa que perdeu as eleições de quatro de Outubro? Ninguém consegue explicar ao Dr. Costa a regra básica da democracia?
Por estas duas razões o Presidente da República indigitou ontem como Primeiro-ministro, o Dr. Pedro Passos Coelho. Como manda a decência.
Este costume do sr. Costa nunca aceitar uma derrota, vem de longe, dos tempos universitários.
Karl Marx deixou-nos uma obra colossal. À data da sua morte deixou-nos mais de um milhar de páginas manuscritas, de sensibilidades diferentes, quanto ao género literário.
Ao contrário do que muita gente pensa, Karl Marx foi um excepcional estudioso dos clássicos, sobretudo dos Gregos.
As suas ambições juvenis incluíam um projecto de tradução dos cinco livros de de Tristia de Ovídio, e por aí adiante. Dedicou-se ao estudo de Heraclito. A sua tese de doutoramento foi sobre Epicuro e Demócrito. Conheceu muito bem Séneca e aquilo que o filósofo grego disse: ”O que a lei não proíbe, proíbe a decência”.
Armando Palavras

Sem comentários:

Enviar um comentário