sábado, 27 de junho de 2015

Notícias das Letras (1) - Revista Tellus, nº 62 - A. Passos Coelho e Ernesto Ropdrigues

 Notícias das Letras (1)


CARAMULO em segunda edição

A obra Caramulo – Crónica Romanceada, de A. Passos Coelho, foi recentemente reeditada pela Fronteira do Caos, em parceria com a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, no âmbito das comemorações dos 40 anos desta instituição.
A obra, ao mesmo tempo que é um relato circunstanciado e cientificamente documentado do dia-a-dia de um sanatório, é na verdade também um romance ― e um romance muito
bem escrito, e com muita verdade, pois a personagem central, o estudante de medicina Ramiro, sofrendo de tísica, é um alter-ego de A. Passos Coelho, que viveu na carne a dolorosa experiência dos dramas e desespero ocasionados pela tuberculose.
O livro, que já tinha merecido um estudo a António Cabral, publicado no n.º 46 da Revista Tellus, do Grémio Literário Vila-Realense, foi apresentado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro no dia 24 de Junho, pelo Dr. Armando Palavras.

Ernesto Rodrigues: 40 anos de vida literária

Culminaram em 13 de Dezembro de 2015, no Centro Cultural Adriano Moreira, em Bragança, os 40 anos de vida literária de Ernesto Rodrigues (1956), cujo primeiro evento foi o lançamento simultâneo de A Casa de Bragança, romance, e Do Movimento Operário e Outras Viagens, poesia (2013).
Iniciativa do Município de Bragança e da Academia de Letras de Trás-os-Montes, intervieram o Presidente da Câmara de Bragança, Hernâni Dias, e o Vice-Presidente da Academia, António Pinelo Tiza, bem como José Eduardo Franco, director do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Universidade de Lisboa, versando uma obra que é já vasta. A uma mesa-redonda, constituída por Teresa Martins Marques, José Mário Leite, Neto Jacob, Hirondino Fernandes, António Pinelo Tiza, Alberto Fernandes, Teófilo Valdemar, Mara Cepeda, Marcolino Cepeda, seguiu-se o lançamento do quinto romance de Ernesto Rodrigues, Passos Perdidos (Âncora Editora), que tem por tema o discurso e jogos parlamentares.
Foi seguidamente apresentado o documentário do realizador Leonel Brito, com depoimentos de Alcides Rodrigues, Amadeu Ferreira, António Jorge Nunes, Carlos Pires, Desidério Martins, Frei Henrique Perdigão, Hirondino Fernandes, José-Augusto França, José Manuel Mendes, José Mário Leite, Neto Jacob, Teresa Martins Marques, sobre o poeta estreado em 1973, ficcionista, cronista, crítico, ensaísta, editor literário, tradutor e docente na Faculdade de Letras de Lisboa, cuja bibliografia ficará exposta na Biblioteca Municipal.

In: Revista Tellus, nº 62 (Junho de 2015)


Sem comentários:

Enviar um comentário