quarta-feira, 4 de abril de 2018

Cláudio Amílcar Carneiro, O despertar da alma portuguesa

Livros recebidos
Cláudio Amílcar Carneiro, O despertar da alma portuguesa
Chiado Editora, 2017


                Recebemos de Cláudio Amílcar Carneiro (Chacim, Macedo de Cavaleiros, 1931) mais um livro de poesia. Publicado em 2017 na Chiado Editora, o título é por si só elucidativo do tónus geral do livro: uma glorificação dos valores pátrios.
Com efeito, ele passa em revista os reis, navegantes e outros notáveis (muitos deles trasmontanos), mas também outros temas, como as cidades e as aldeias, as romarias, os campos, serras e rios. Há ainda capítulos dedicados a temas menos objectivos, como a divindade, a «farsa da democracia», «traição», «pátria». Numa secção intitulada “Diversos”, podemos mesmo ler duas meditações sobre a morte e uma apóstrofe indignada contra o acordo ortográfico.
                Como em Cantares da minha terra, trata-se de uma poesia vincadamente tradicionalista, com a particularidade de os poemas serem todos na forma soneto ou na forma sonetilho (com versos de redondilha maior).
O livro vem precedido de diversa correspondência trocada com o Autor e tem um prefácio da autoria de Altino Moreira Cardoso.

CÂMARA MUNICIPAL DE VILA REAL
Grémio Literário Vila-Realense

Sem comentários:

Enviar um comentário