quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

O Garrinchas e o presépio - Miguel Torga


Miguel Torga, nos “Novos Contos da Montanha” (1944), dá-nos conta de “Natal”, uma narrativa curta, em que um mendigo (o Garrinchas) contracena, à porta da capela, numa cena pitoresca, com as imagens de Nossa senhora e do Menino Jesus, na sua modesta ceia de Natal, à volta da fogueira que teve de atear a um andor de procissão para resistir ao frio.

Tempo Caminhado: O Natal de Miguel Torga



Sem comentários:

Enviar um comentário