sábado, 8 de julho de 2017

E hoje se viu também


Por: Costa PereiraPortugal, minha terra

Fiquei sem carro e sem mulher, é verdade. De fim de semana prolongado na capital do barro leiriense, no sábado, dia 1, notei que o sistema eléctrico do meu bolinhas tinha avariado e vai de procurar oficina onde resolver o problema. Recorri ao José Carlos que em Carnide (Pombal) é conceituado profissional. 
Como nestas coisas de electrónica é tudo muito prático quando funciona, o pior vem quando deixa de funcionar, como aconteceu neste meu caso. As complicações obrigaram a recorrer a um técnico que por sua vez não resolveu o problema à primeira, e a viagem de regresso ao outro Carnide (Lisboa) teve de ser adiado.
Só que havia compromissos a respeitar e urgência em os satisfazer, assim foi. De Lisboa veio ontem, dia 5, ao fim da tarde, a minha filha mais o neto, buscar a mãe, deixando-me cá à espera de ter carro e voltar a ter mulher.
Mulher que faz muita falta a homens que não foram ensinados a fazer o trabalho tão nobre como o destinado ao sexo feminino. Mas é assim que também se dá mais valor a quem o tem.
Entretanto tenho a sorte de ter na família quem me preste assistência, como ontem aconteceu e hoje se viu também. Um muito obrigado à Helena e ao David, e à Saozita e ao Virgílio.


Sem comentários:

Enviar um comentário