quinta-feira, 18 de maio de 2017

50 - Antologia CTMAD - Jorge Lage

Jorge Joaquim Lage, filho de Eugénio Augusto Lage e de Quitéria das Dores, nasceu em Chelas, freguesia de Cabanelas, concelho de Mirandela, em 06/04/1948, embora o registo civil ateste a data de 25/06/1948.
Fez a instrução primária na sua aldeia. Continuou os estudos no Colégio Marista dos Pousos – Leiria, onde concluiu o 5.º ano liceal em 1966. Em 1967, estudou no Colégio de Nossa Senhora da Boavista – Vila Real e concluiu o 6.º e 7.º anos liceais.
Em 1969, tirou o Curso de Oficiais Milicianos (Escola Prática de Infantaria – Mafra) e, em 1973, o Curso de Promoção a Capitães (comandou uma subunidade na ex-Guiné Portuguesa – 1973/74), possuindo hoje a patente de Coronel do Exército.
Licenciou-se em História, em 1977, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
Em 2004/05, fez Curso de Museologia na Faculdade de Filosofia em Braga da Universidade Católica.
Foi professor de História e esteve ligado à Educação de Adultos.
Foi Assessor do Ministério da Educação no Centro da área Educativa de Braga (Distrito).
É certificado pelo conselho Científico-Pedagógico como Formador.
Teve assento, por delegação da Coordenação Educativa de Braga, no Conselho Coordenador de Segurança Rodoviária (Distrito de Braga) por mais de quinze anos, sendo-lhe reconhecido o trabalho desenvolvido, continuando, mesmo depois de reformado, a representar a Educação, como voluntário, até Junho de 2011.
Foi Delegado Distrital (Braga) de Segurança das Escolas, entre 1994 e 2007, e Formador dos Delegados de Segurança dos Conselhos Executivos das Escolas e organizador de várias acções neste âmbito, sendo louvado, em 2000, pelo Secretário de Estado da Administração Educativa.
Colaborou com o PROSEPE/Clubes da Floresta desde 1996 e foi Coordenador Distrital de Braga do PROSEPE – Projecto da Universidade de Coimbra desde 1998 a Julho 2016. Tendo concebido, planeado e dirigido 12 «Encontros Distritais de Clubes da Floresta, de Braga» e 3 «Encontros Regionais de Clubes da Floresta do Noroeste» (Viana do Castelo, Braga e Porto).
Tem feito recensão/crítica literária e apresentado alguns livros e autores.
Jornalista, etnógrafo e investigador colabora/colaborou na imprensa regional transmontana - Notícias de Mirandela (há mais de 30 anos), Poetas e Trovadores, Terra Quente, Mensageiro de Bragança, Notícias de Chaves, O Distrito (Portalegre), Folha Viva (jornal dos Clubes da Floresta/PROSEPE – Universidade de Coimbra) e revista TER (do número 1 ao 11 e 18) da Escola Profissional Amara Terra Verde – Vila Verde/Amares/Terras de Bouro, onde desenvolveu o tema “Floresta”. Colabora, desde 2006, no website: www.netbila.com de Vila Real e, desde 2013, no blogue: http://tempocaminhado.blogspot.pt/
É autor dos livros:
“A Castanha Saberes e Sabores”. Braga: edição da Câmara Municipal de Valpaços, 3.ª edição, Outubro 2003. ISBN: 972-95873-9-6.
"Castanea uma dádiva dos deuses". Braga: edição do autor, 2.ª edição, Outubro 2006. ISBN: 972906087-8.
“As Maias entre mitos e crenças”. Braga: edição do autor, Dezembro 2010. ISBN: 978-989-97048-0-0.
“Falares de Mirandela”. Braga: edição do Município de Mirandela, Dezembro 2011. ISBN: 978-972-9021-14-5.
“Memórias da Maria Castanha”. Braga: edição do autor, Junho 2013. ISBN:978-989-97048-2-4
“Maria Castanha Outras Memórias”. Braga: edição do autor, Outubro 2016. ISBN:978-989-97048-1-7
É autor do prefácio, “Um Projecto Saudável”, do livro “Castanha um Fruto Saudável” (pág. 7 a 9), produzido dentro do Projecto “AGRO 939” e sendo Coordenador Científico, a Prof.ª Ana Paula Silva. Vila Real: UTAD (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro), Dezembro de 2007. ISBN: 978-972-669850-0.
É co-autor dos livros:
“Dicionário dos mais ilustres Transmontanos e Alto Durienses” (Pág. 185, 210, 215, 522e 630). Guimarães: Edição do Autor, I Vol. Março 1998. ISBN: 972-96746-2-0.
 “Dicionário dos mais ilustres Transmontanos e Alto Durienses” (Pág. 41, 58, 76, 81, 85, 122, 132, 145 a 148, 151, 157 a 159, 191, 198, 224, 229, 231, 237, 243 a 245, 260 a 264, 275, 281, 284 a 286, 306, 338, 343, 349, 351 e 352, 354, 359 a 362, 375, 378 e 381). Guimarães: Editora Cidade Berço, II Vol. Março 2001. ISBN: 972-96746-2-0.
“Dicionário dos mais ilustres Transmontanos e Alto Durienses”, (pág. 695 a 713). Guimarães: Editora Cidade Berço, III Vol. Janeiro 2003. ISBN: 972-8598-28-9.
“Maio(s) em S. Victor” (Pág. 5 a 11). Braga: edição da Junta de Freguesia de S. Victor, 2004.
“Mirandelês”. Braga: edição da Câmara Municipal de Mirandela, Março 2010, ISBN: 978-972-9021-12-1.
Assina textos:
No «Dicionário dos mais Ilustres Transmontanos e Alto Durienses».
Na Colectânea de autores oriundos de Trás-os-Montes, «Trás-os-Montes e Alto Douro – Mosaico de Ciência e Cultura», onde assina o texto, «Marron Glacé a Castanha divinizada».
No livro «55 orações Marianas», com o texto «A vida com Maria tem mais alegria».
Está fichado:
Na Colectânea de autores oriundos de Trás-os-Montes, «Trás-os-Montes e Alto Douro – Mosaico de Ciência e Cultura», coordenada por Armando Palavras.
Publicou, entre outros, os seguintes artigos em revistas e jornais:
“As Maias – na nossa cultura” (pág. 3 a 7). Jornal “Folha Viva” dos Clubes da Floresta do Projecto Prosepe. Floresta comVida. NICIF, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, n.º 35, ano IX, Abril/Junho 2006, n.º 1.
“Marron Glacé – Realidades e Fantasias” (pág. 14). Jornal Notícias de Chaves, n.º 2953, ano LVII, 28 Dezembro 2008.
TER Floresta: “A Biodiversidade é Riqueza” (pág. 30). Revista da Escola Profissional Amar Terra Verde, Revista TER, n.º 1 Janeiro/Março 2008.
TER Floresta: “As Árvores nos Espaços Urbanos” (pág. 42 e 43). Revista da Escola Profissional Amar Terra Verde, Revista TER, n.º 2 Abril/Junho 2008.
TER Floresta: “As Árvores nos Espaços Urbanos II” (pág. 35 e 36). Revista da Escola Profissional Amar Terra Verde, Revista TER, n.º 3 Setembro/Dezembro 2008.
TER Floresta: “A Origem do Dia Mundial da Floresta” (pág. 12 e 13). Revista da Escola Profissional Amar Terra Verde, Revista TER, n.º 4 Janeiro/Abril 2009.
TER Floresta: “Árvores Monumentais” (pág. 10 e 11). Revista da Escola Profissional Amar Terra Verde, Revista TER, n.º 5 Maio/Julho 2009.
TER Floresta: “Olhar pela Floresta” (pág. 10 e 11). Revista da Escola Profissional Terra Verde, Revista TER, n.º 6 Setembro/Dezembro 2009.
TER Floresta: “A Laranjeira” (pág. 12 e 13). Revista da Escola Profissional Terra Verde, Revista TER, n.º 7 Janeiro/Março 2010.
TER Floresta: “Associação Florestal do Cávado – sector florestal, vida associativa e cirurgia de árvores” (pág. 12 e 13). Revista da Escola Profissional Terra Verde, Revista TER, n.º 8 Abril/Julho 2010.
TER Floresta: “As Árvores na Mitologia e no Sagrado” (pág. 12 a 14). Revista da Escola Profissional Amar Terra Verde, Revista TER, n.º 9 Setembro/Dezembro 2010.
TER Floresta: “Maias! Agarraias!” (pág. 12 a 14). Revista da Escola Profissional Amar Terra Verde, Revista TER, n.º 10 Janeiro/Abril 2011.
TER Floresta: “Clubes da Floresta – por uma Educação Sustentável” (pág. 12 a 14). Revista da Escola Profissional Amar Terra Verde, Revista TER, n.º 11 Maio/Julho 2011.
TER Floresta: “Amar (a) Terra Verde e o Castanheiro” (pág. 14 e 15). Revista da Escola Profissional Amar Terra Verde, Revista TER, n.º 18 Abril/Julho 2013.
Está fichado no “Dicionário dos mais Ilustres Transmontanos e Alto Durienses”, Vol. I, na pág. 293.
É sócio da Revista Cultural Aquae Flaviae.
É sócio n.º 1 e fundador da Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro em Braga.
É, ainda, sócio fundador de associações de índole cultural, de solidariedade e gastronómica nas quais tem participado e desempenhado cargos de direcção. Defensor acérrimo de Trás-os-Montes e das suas gentes, para quem “ser transmontano é uma religião”.

5 comentários:

  1. Uma boa página, Jorge, de uma vida cheias! Parabéns.
    Abr.
    JG

    ResponderEliminar
  2. Parabéns pela lisonjeira página (que bem merece)e todas essas fantásticas obras que ao longo dos tempos nos vem oferecendo, assim como os fantasticos artigos publicados no Jornal de de Noticias de Mirandela.

    Boa continuaçao e um abraço cá da Suiça - Adélia
    http://www.adelia.ch

    ResponderEliminar
  3. Porque a professora Celeste Pires não conseguiu deixar o comentário que desejava porque, de facto, esta tecnologia é ainda muito primitiva, deixamo-lo ~´os por ela:

    ----- Mensagem encaminhada de Celeste Pires  -----
       Data: Fri, 19 May 2017 18:41:32 +0100
         De: Celeste Pires
    Assunto: Re: Muito pessoal para os amigos
       Para: Jorge Lage

    Obrigada amigo. Li e gostei imenso. Tentei deixar-lhe um comentário, mas acho que não ficou registado, pois sou um bocado "naba" nestas tecnologias. Parabéns  pelo excelente "currículo". Através da sua investigação e publicações, tem dado a conhecer o nosso cantinho Transmontano e o nosso Portugal. Tem partilhado com todos nós o seu saber. Orgulho-me de pertencer à terra quente Transmontana e agradeço-lhe o considerar-me na sua lista de amigos. Parabéns também ao Armando Palavras por esta publicação. Grande abraço.
    Celeste Pires

    ResponderEliminar
  4. Só hoje consegui arranjar tempo e disponibilidade para aceder ao texto que nos apresenta um currículo tão extenso quanto profícuo de Alguém que nos tem brindado com excelentes obras literárias e, sobretudo, pela paixão e entusiasmo que põe nos temas que vem tratando nos seus livros. Bem haja pelo contributo que tem dado à nossa cultura, pelo exemplo que nos dá e pela generosidade da partilha de tantos saberes! Um abraço amigo...

    ResponderEliminar
  5. Muitos parabéns Papá e Amigo Jorge!

    ResponderEliminar