sábado, 21 de janeiro de 2017

Com o poder por seu lado


Por: Costa Pereira Portugal, minha terra

Pena é que a Justiça seja tão morosa para decidir sobre causas de grande porte e para os casos de calibre inferior por vezes nem tempo dê a que o acusado se defenda, quando é preciso dinheiro para recorrer ou pagar a advogados. A “Operação Marquês” é bem o espelho disso e mostra quanto pode fazer o dinheiro perante a inoperância da Justiça, obrigada a deixar correr a bola, até que entre na baliza ou saia para canto ...
Depois de mortos aparecem os milhões e ninguém pode dizer que também lá tem parte sua e de todos nós. Ninguém acredita que o Juiz Carlos Alexandre ordenasse a prisão de um ex-primeiro ministro sem estar seguro de que ele tenha metido o pé na poça. E com ele uns tantos outros que de Armando Vara a Carlos Silva, sem esquecer Ricardo Salgado se aproveitaram da maré alta e que é asada para quem gosta de fazer surf na orla marítima...
Quando o pontapé é certeiro a bola entra na baliza, e é golo. Também quando se pratica desporto náutico e o mar deixa ver o peixe, as boas pescarias são uma tentação... E dão para toda a família e amigos. Depois se alguém surge a pedir contas, negasse e arranjam-se advogados para limpar a sujeira. Para alguma coisa servem as luvas e as prendas recebidas. Pobre de quem for honesto que tem de pagar para esta palhaçada de corruptos, com o poder por seu lado.


Sem comentários:

Enviar um comentário