terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Somos uma vergonha

Posted by
"Portugal é uma vergonha". Escreveu-o Vasco Pulido Valente no Observador, com a costumeira mistura de forte autoridade de doutor de Oxford, sobranceria alfacinha, e a visão panorâmica que lhe assegura a nuvem onde se senta, mirando do alto a corrupção, a bandalheira, a pelintrice do lodaçal em que esperneamos, e donde, segundo ele, nada ou ninguém nos tirará.
Pequenos como somos, metids num canto, o mundo talvez nem se aperceba das desgraças que nos aguardam. O mesmo, porém, não acontecerá com a América, a quem VPV profetiza calamidades bíblicas. Segundo ele, esse grande país "perdeu o domínio tecnológico", paga as contas de todos sem ter vintém, vai ser governado por um tosco que berra muito, demonstra impotência e é "uma criatura sem grande imaginação".
Fosse isto anunciado por um tarólogo, haveria motivo de desassossego, pois sofrendo a América sofremos todos. Felizmente, são apenas palavras de um festejado cronista, talvez aflito com a falta de assunto ao ver próxima a hora de fecho.
Sentados numa nuvem mais alta, Eça e Fialho, que também lêem o Observador, sorriram à recordação das vezes que estiveram no mesmo aperto.
..............
Publicado no CM.

Sem comentários:

Enviar um comentário