domingo, 18 de dezembro de 2016

    Em sufrágio por D. Javier Chevarria

 
Por: Costa Pereira - Portugal, minha terra

No passado dia 12 faleceu em Roma, o prelado do Opus Dei, D. Javier Echevarría. Natural de Madrid, onde nasceu a 14 de Junho de 1932, era o mais novo de 8 irmãos. Estudou nos Marianistas, em São Sebastián e depois no Colégio dos Maristas em Madrid. Em 1948 conheceu uma residência de estudantes do Opus Dei, e a 8 de Setembro desse mesmo ano pediu a admissão na Obra, ao sentir-se chamado por Deus a procurar a santidade nas ocupações normais da vida quotidiana.  Doutorado em Direito Civil e em Direito Canónico, D. Javier foi ordenado sacerdote em 30 de Agosto de 1955. Foi secretário de São Josemaria Escrivá desde 1953 até à sua morte, em 26 de Junho de 1975. Após o falecimento de D. Álvaro del Portillo que sucedeu ao fundador, foi eleito prelado do Opus Dei a 6 de Janeiro de 1995. A ordenação episcopal recebeu-a das mãos de São João Paulo II, na Basílica de São Pedro. Autor de numerosos escritos de espiritualidade, tais como “Recordações sobre Mons. Escrivá”, “ Itinerários de vida cristiana”, “ Para servir a Iglesia”, “ Getsemani” e muitos outros. Brilhante, paternal e pedagógica era a carta mensal que dirigia às suas filhas e filhos do Opus Dei, que me habituei a ler, também pela internet.
Deixa rasto bem acentuado nas suas muitas viagens de catequese e no ministério pastoral cujo tema por norma era: o amor a Jesus Cristo na Cruz, o amor fraterno, o serviço aos outros, a importância da graça e da palavra de Deus, a vida em família, a união com o Papa. No decorrer do seu ministério promoveu o arranque de acção estável e formativa da prelatura em 16 países, entre outros a Rússia, o Cazaquistão, a África do Sul, a Indonésia e o Sri Lanka. Dessas muitas viagens, diversas foram a Portugal que estimava e tinha pelos portugueses particular admiração. O 13 de Maio de 2017, em Fátima, perdeu um peregrino que por certo nesse dia não faltaria lá.

Fervoroso devoto da Virgem Santa Maria, foi precisamente num dia mariano, Nossa Senhora de Guadalupe , que D. Javier com 84 anos, partiu ao encontro do Pai que na terra serviu com zelo e empenho. No Mosteiro dos Jerónimos, foi hoje, dia 17, celebrada Missa de Sufrágio, ás 12h00, pela sua alma. Missa concelebrada e muito participada, presidiu o Vigário Regional do Opus Dei, em Portugal, Mons. Pe. José Rafael Espírito Santo, um sacerdote da Prelatura ,que é natural de Lisboa, mas de origem transmontana.

Sem comentários:

Enviar um comentário