quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Os dados


Logo pela manhã de ontem (antes de se conhecerem os dados do INE), um escrevinhador do costume, algo influente na comunicação social, escrevia no Correio da Manhã, um artigo, cujo titulo era: “E agora, Passos Coelho”?. E ia por aí adiante no chorrilho do costume, “denegrindo” quem tirou o país da BANCARROTA, para promover o oportunismo de quem para lá o leva outra vez.
Pela tarde o INE lançou os dados (divulgação dos dados do INE). Comparados os números deste ano, da actual governação, com os do ano passado (segundo trimestre de 2015), com a governação de Passos Coelho, temos:
As exportações estavam a crescer 7,1% e agora estão a crescer 1,5%; as importações estavam a crescer 12,5%, estão a crescer 0,9%; e o consumo das famílias (o motor do crescimento, como dizia a actual governança), estava a crescer 3,3% e está a crescer 1,7%. O investimento estava a crescer 5,2% em 2015, e está agora a cair 3,1%.
Não são previsões, são dados, factos!
Factos que demonstram o colapso próximo da economia. E a seguir ao colapso, só pode vir o estrondo!

Sem comentários:

Enviar um comentário