sábado, 30 de julho de 2016

O silêncio dos Gulag

Os vários campos de concentração que compuseram aquilo a que Soljenitsin designou "O Arquipélago de Gulag", o seu livro mítico
 Ainda estudante liceal, já o assunto do Holocausto e da Segunda Grande Guerra nos despertara o interesse. Por essa altura (14 anos, talvez), devorámos livros sobre o assunto, e ao longo da vida fomos constituindo uma pequena colecção dos melhores livros sobre o tema.
Trabalhos forçados nos Gulag
Esse crime horrendo toca qualquer sensibilidade, e sempre que alguma coisa é escrita sobre o assunto, só por distracção a não lemos. E sempre estivemos atentos a gigantes como Wiesel, recentemente falecido.
Contudo, é já altura de se começar a escrever com a mesma frequência sobre os Gulag. Retirando alguns pormenores de puro sadismo e loucura, foram de igual forma, o palco de outro crime horrendo contra a Humanidade, desta vez às ordens de José Estaline.
Também foi assunto que nos interessou desde novo. E também coligimos uma pequena colecção  do tema, sobre o qual testemunharam vozes sonantes como as de Varlam, Soljenitsin, Grossman ou Chemeliov. Ou como Anne Applebaum que transformou os documentos numa obra grandiosa.

Sem comentários:

Enviar um comentário