segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Os Povos do Mar e Israel


Durante a Idade do Bronze, entre 1550 a 1200 a. C., a região entre a actual Turquia e o Egipto era conhecida por Canaã. Uma terra constituída por várias cidades-estado governadas por reis.
No século XII a.C. as costas orientais do Mediterrâneo foram devastadas por vagas de invasores, de origem diversa,  conhecidos por Povos do Mar. Em 1180 a. C. foram derrotados pelos Egípcios numa violenta batalha naval.
Entretanto, as cidades cananeias foram pilhadas e um desses povos, os Filisteus, estabeleceu-se na faixa litoral. Doze tribos cananeias das montanhas, com o objectivo de  defrontar a ameaça dos Filisteus, uniram-se formando o reino de Israel por volta de 1020 a. C., sob o comando do seu primeiro rei, Saúl. O segundo rei israelita foi David, a quem sucedeu Salomão que reinou durante 40 anos. Depois da sua morte em 922 a. C., Israel dividiu-se em dois reinos: Israel a norte e Judá a sul. Os dois Livros dos Reis (Antigo Testamento) fazem eco desta narrativa.
Quem eram os Filisteus? Um desses Povos do Mar, também conhecidos por Peleset, que posteriormente deram origem à Palestina. Ou seja, vieram instalar-se numa terra (Canaã) que já existia e há muito que era habitada!
Armando Palavras


Sem comentários:

Enviar um comentário