sábado, 18 de agosto de 2018

As causas de um Portugal sem futuro!



Maria José Morgado pertence àquele grupo de magistrados que cumprem o que juraram fazer cumprir quando investidos. Há muito que esta magistrada vem denunciando, aqui e ali, o sistema político corrupto português. A causa do atraso da Nação!
Os dois vídeos que seguem, assim o demonstram. No primeiro, que pode ser consultado aqui, a magistrada, em programa de televisão, desanca no sistema, sendo, a seguir, interrompida por gente de certa seita, que bem se abotoou (e abotoa) com as derivas corruptas. Dele se extrai:

  choveram fundos europeus sobre Portugal e estes dinheiros foram apropriados individualmente [por políticos e outros] para enriquecimento individual. Não serviram para combater a miséria da população ou promover o desenvolvimento económico. E por causa de uma questão legislativa formal, pelo menos 90% desses processos [dos que enriqueceram com esses dinheiros] foram arquivados por prescrição.
A ética não existe. Isso é para os tribunais. É tudo uma questão de provas. Substituiu-se a ética pelas regras de produção de prova. Portanto, não se pode discutir a imoralidade de um político. Não se pode discutir a imoralidade de alguém que entrou na política com uma mão atrás e outra à frente, e passados dez anos tem um império em propriedades e em empresas sem se saber como, e ninguém pode discutir isso, e ninguém tem de prestar contas. E os dinheiros destes fundos europeus, é toda a população que os está a pagar”.

No segundo, que pode ser consultado aqui, na presença dos deputados da Nação, denuncia a falta de ética dos mesmos. A tal ponto que um dos cavalheiros, incomodado, pede ao Presidente da Mesa para que chame a atenção da magistrada para a forma! A forma como diz as coisas. Porque será? Ainda recentemente a imprensa chamava a atenção para os deputados que, morando em Lisboa, indicavam a morada a quilómetros de distância, para receber, à custa dos contribuintes, aquilo a que não tinham direito. Além de mentirem, roubavam o erário público. Está tudo dito.
Bem haja Doutora!

Sem comentários:

Enviar um comentário