domingo, 1 de julho de 2018

Deputados da Nação com a rédea larga



JORGE LAGE

A RTP investigou e divulgou, umas semanas atrás, que alguns deputados dão moradas falsas para aumentarem o seu gordo vencimento de assalariados da Nação para romperem as calças ou as saias no «cu». Questionados, com a cara lavada e «envergonhados como cães» foram dando respostas esfarrapadas, como se o dinheiro que surrupiam não viesse dos impostos pagos por todos nós. Estes deputados do PS e PSD vivem em Lisboa ou arredores e dizem que moram em Viseu, Sobral de Monte Agraço e em Fafe e isso dá-lhes, por mês, mais 2109 €, 1245,42 € e 2334,34 €, respectivamente. Depois, ainda há os deputados eleitos pelas ilhas que trocam bilhetes de avião para engordarem um pouco mais. É vergonhoso ver a segunda figura do Estado vir dizer que é legal. É legal ele e os visados terem rédea larga, mas não é legítimo para quem deve dar o exemplo. Isto aumenta o descrédito dos políticos e coloca-nos como um país de corruptos, o que é mau para a democracia e para a portugalidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário