domingo, 24 de junho de 2018

Justiça para os espoliados da Antiga África Portuguesa


Em 1974, 905 voos da TAP, incluindo os então imponentes Boing 447, e 27 navios de grande porte, transportaram para Portugal cerca de um milhão de portugueses que regressavam forçados, das antigas províncias ultramarinas, vulgo África Portuguesa. Passaram a ser designados de “retornados”. Nunca foram ressarcidos pelos danos que o Estado Português lhes causou. Os políticos portugueses da época, a este respeito, portaram-se como verdadeiros patifes. Basta recordar aqui a lei abjecta Nº 80/77, promulgada por Mário Soares. Foi o único Estado a ter este comportamento. Fluíam as ideias marxistas! Todos os outros Estados Europeus indemnizaram os seus concidadãos espoliados: Itália, França, Inglaterra, Bélgica, e por aí adiante.
É ainda de lembrar que o mesmo sucedeu com os antigos combatentes, que nunca foram ressarcidos dos seus prejuízos psicológicos e físicos. É altura de o fazer.


Sem comentários:

Enviar um comentário