domingo, 24 de abril de 2016

ERA ABRIL

Por: Costa Pereira - Portugal, minha terra

Temos aí mais um feriado a recordar o 25 de Abril de 1974. Já lá vão 42 primaveras, em liberdade de opinião, e sementeira de promessas...Fui dos muitos que acreditaram na mudança, mas ao fim destes anos todos apenas uma certeza: dantes não se pudia falar, agora podemos falar mas a miséria continua, para pior. Mas em homenagem à liberdade, um poema alusivo ao evento de um conceituado poeta transmontano:

Era Abril
Abril,
Mês de sonhos,
De Liberdade,
E de esperanças mil.
Abril,
Mês em que as andorinhas,
Reconstroem os ninhos,
Que os homens destruíram.
Abril,
Mês de Primavera.
E de campos cobertos,
De papoilas encarnadas.
E de noites sombrias,
À espera de desabrochar
Em claras madrugadas.
Abril,
Com cravos a florir,

Na boca de espingardas,
Que apontavam novo provir,
A este povo, heroico e honrado,
Que foi capaz de vencer o mar!
E descobrir novas Terras,
Onde havia de ficar,
Cinco séculos,
Para, enfim, os “libertar”.
Em condições de igualdade,
Para regressar ao seu torrão amado,
Para todos poderem gritar:
Viva a Liberdade.
Era Abril,
Quando o sonho nasceu.
Por isso, vos peço eu:
Não matem o sonho!
O sonho deve viver.
O acordar pode ser medonho,
E todos se vão arrepender!
Viva Abril. Viva Portugal. Viva a Liberdade.
João de Deus Rodrigues - 25 de Abril de 1978
Autoria e outros dados (tags, e

Sem comentários:

Enviar um comentário