quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Ano 57 do jornal Notícias de Mirandela


Jorge Lage
Com o Ano Novo de 2016, temos mais um aniversário do Notícias de Mirandela, sendo um dos poucos jornais de Trás-os-Montes que vai subsistindo sem apoio expresso do Município. Pior que isso havia (não sei se ainda há) gente que era paga com o dinheiro dos impostos dos mirandelenses e que desviava publicidade paga para Bragança. O jornal vai caminhando e vencendo as dificuldades e comemora o seu quinquagésimo sétimo aniversário. Para trás ficou um «obrigado» aprovado em Assembleia Municipal e que nunca foi entregue aos directores do jornal. Uma situação insólita e que este órgão do poder autárquico devia explicar o porquê. À medida que outros jornais foram fechando, muitas penas ficaram sem mata-borrão para respingarem a tinta e, aos poucos vieram batendo à porta do belo logotipo deste quinzenário mirandelense. Lembro que a escrita deve ser útil mais aos amigos leitores do Notícias de Mirandela e a Mirandela e menos a outros lentes de interesse nacional, ou pior ainda, ao umbigo de alguns. Seja como for, é sempre muito melhor termos colaboradores a mais do que a menos, principalmente quando são de qualidade. Permito-me destacar o trabalho sobre o que se passa no nosso concelho e que a Olímpia Vinhais nos vai brindando em texto e imagens. Parece um trabalho fácil e não é. Exige bastante tempo e deslocações. Queria, ainda, destacar a nossa grande poetisa, Maria Augusta Ribeiro, decana e dizer-lhe que Deus nos deu dois olhos virados para a frente, para continuarmos a nossa caminhada e que nunca se canse de nos mimar com os seus belíssimos poemas. Podia continuar até aos mais novos mas é lavra do jornal e não minha, colaborador. Colaborador que completo 30 anos em 2016, desde o meu primeiro singelo artigo para o jornal. É quase meia vida, resistindo sempre aos cantos de sereia, desde o negar assumir direcções de outros jornais, até a declinar colaboração em outros jornais e revistas ao longo destas três décadas. E só Deus sabe com que sacrifícios tive de escrever em momentos mais complicados da minha vida. Não vou pedir muito, mas gostava que daqui a um ano o Notícias de Mirandela continue a chegar aos cinco cantos do mundo e que os colaboradores não deixem secar a pena. O meu muito obrigado ao Jerónimo e Arnaldo, prestimosos e incansáveis directores que bem merecem o reconhecimento público da autarquia, dos partidos políticos e dos mirandelenses de sangue e de coração. Parabéns a Mirandela, ao Notícias de Mirandela, aos Directores, aos colaboradores e aos leitores, razão última da existência e do trabalho no jornal!


Sem comentários:

Enviar um comentário