segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Presidente OBAMA - O recomeço da História


Os últimos meses mostraram as razões porque o Presidente Norte Americano foi eleito. A “intervenção” na Ucrânia; a luta sem tréguas e inteligente contra o ISIS, no Iraque e na Siria;  a iniciativa em relação ao Irão; o anúncio, ao lado de Xi Jinping, em Pequim, de um acordo entre os dois países para reduzir as emissões de CO2 e, finalmente, o anúncio histórico do restabelecimento das relações diplomáticas com Cuba, que abre as portas ao levantamento de  um embargo económico de meio século, iniciado com o falhanço do caso da Baía dos Porcos, para o qual JF Kenedy havia sido atirado.
A manifestação de alegria dos populares de Havana, demonstram bem a importância do acontecimento. Um acordo que demorou mais de um ano de negociações secretas, com evidência para o Vaticano (que surge de novo na senda internacional das negociações), uma das partes dos negociadores. É bom lembrar que Cuba é maioritariamente Católica.
O presidente Obama tem mostrado ser o que é: um Humanista. E inaugurou uma nova forma de governar no mundo moderno. E a América também. Continua, pelos dados recentes, a ser o motor da economia mundial. Não foi por acaso que o velho Churchill procurou estar sempre do lado da América.
O presidente Obama vai deixar um legado decente. Aquilo que se pediria para todos os que têm nas mãos os destinos dos POVOS.


Sem comentários:

Enviar um comentário