domingo, 27 de maio de 2018

I V CONGRESSO TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO

Por: Costa Pereira Portugal, minha terra

Não tenho palavras para justificar a minha ausência no Pavilhão do Conhecimento do Parque das Nações, em Lisboa. Mas o facto é que não fui lá em nenhum dos 3 dias que lá decorreu o IV CONGRESSO TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO, promovido pela Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro, sediada no Campo Pequeno, nº 50-3º Esq., e presidida pelo dinâmico transmontano Hirondino Isaías.
Foram três dias 25, 26 e 27 de Maio, precisamente aqueles em que me foi impossível assistir por motivos que a idade também já começa a querer mandar naquilo que nos apetece fazer. O que me não impediu de em pensamento viver o evento com agrado e confiante no êxito esperado pela organização e na respetiva adesão dos transmontanos disponíveis para colaborar nestas louváveis iniciativas
Com os governantes também noutro congresso partidário na Batalha (Leiria), por certo que se fez notar a presença de um ou outro dos ministeriais que sempre arrastaria atrás de si a comunicação social que por norma só assim se vê neste género de iniciativas culturais. Porém valeu por todos a adesão do Sr. Presidente da Republica, sempre disponível para tapar os buracos onde os responsáveis diretos não são capazes de chegar. E para isso além da visita surge na ANTOLOGIA DE AUTORES TRANSMONTANOS, DURIENSES E DA BEIRA TRANSMONTANA, o Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa com a sua mensagem escrita dirigida a toda a gesta transmontana. Uma obra que integra 145 co-autores, entre eles 36 são do sexo feminino. Aos principais obreiros Dr. Hirondino Isaías, Dr. Armando Palavras e outros, como o Coronel-Engenheiro Jorge Golias, as minhas sinceras felicitações. Bem hajam.

Sem comentários:

Enviar um comentário