quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Sushic-Chiado

Virgílio Gomes

Suponho que é a primeira vez que escrevo sobre uma tradição japonesa que invadiu o Mundo. Os sushis, em paralelo com as pizzas, criaram um conjunto de fãs universais. Apetece perguntar sobre quais as razões que levaram ao seu consumo e instalados quase como moda e uma presença contemporânea na alimentação fora de casa, e cada vez mais consumida em casa por distribuição ao domicílio.
Sobre pizzas já escrevi. Hoje aventuro-me sobre sushis motivado por uma refeição e depois mais uma no mesmo local, que se espera por sushis mas no qual optei por outras sugestões da carta com alguns exemplos de introdução de produtos portugueses. Com a vantagem de que a primeira vez que fui ao local, conjunto do Palácio Chiado, não saí muito entusiasmado. Eu já saberia que não iria ser feliz nessa primeira vista. O Palácio Chiado tinha aberto havia uma semana, e pareceu-me que os visitantes eram mais do que os clientes! Pensei que a minha próxima visita seria apenas na primavera! Ainda bem que fui antes.
Estive a almoçar no Sushic Chiado que tem um espaço generoso em três salas. Tem a grande vantagem de ser o único, no Palácio Chiado, que aceita reservas. A palavra sushi parece redutora sugerindo que se serve só sushi. Apesar de haver bastantes variedades de sushi, aqui surgem outras propostas de peixe que também é submetido a confeção e algumas sugestões de carne e especialmente pratos de origem japonesa com introdução de produtos portugueses, criando um receituário novo de fusão experimental.
Umas propostas diferentes mas apetecíveis:
http://www.virgiliogomes.com/index.php/cronicas-pt/796-sushic-chiado

Sem comentários:

Enviar um comentário