quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Um 5 de Outubro gozado como deve ser

Por: Costa Pereira

 No dia 5 de Outubro, enquanto muitos dos nossos “democratas republicanos” se entretiveram a festejar a queda da Monarquia, com almoçadas e condecorações medalhísticas., fui eu em romagem até ao santuário de Fátima, visitar Nossa Senhora e o meu amigo Sr. Padre Abel que naquela área reside.
É um dos melhores locais que Portugal tem para meditar e pedir conselho quando se precisa dele, nos momentos decisivos e que humanamente não temos forças para resolver sem misteriosa ajuda.
 Sem ter programado, de um dia para o outro resolvi fazer esta deslocação e apresentada ao meu vizinho do lado foi aprovada, prontificando-se para fazer companhia e conduzir o carro. Ás 09h20 tinha o Sr. António e a D. Ilda à porta, e por volta das 10h50, juntos à igreja da Santíssima Trindade para tomar parte na Eucaristia que 10 minutos depois ia ter inicio.
 Ainda há muitos, e cada vez mais cristãos, que como reza o episódio Evangélico com “Marta e Maria” sabem aproveitar o tempo, e disso deu testemunho uma igreja com a capacidade que tem a da Santíssima Trindade se encontrar repleta de fieis vindos das mais diversas procedências, mas com destaque para a Diocese de Viseu, que com o seu diocesano pastor, o bispo D. Ilídio Pinto Leandro, desceu à Cova da Iria para agradecer a Nossa Senhora a visita que o ano passado fez à sua Diocese.
Terminada a Santa Missa foi uma visita à capelinha das Aparições, cumprir a promessa, e procurar o almoço, para no fim ir dar um abraço ao Sr. Padre Abel e a D. Rosa e regressar a Lisboa, com um 5 de Outubro gozado como deve ser.

Sem comentários:

Enviar um comentário