quinta-feira, 13 de outubro de 2016

  CAMILO E O TEATRO DE VILA REAL


                Foi apresentado no passado dia 10 de Outubro de 2016, no Foyer do Grande Auditório do Teatro de Vila Real, o Caderno Cultural n.º 16, da IV Série, editado pelo Grémio Literário Vila-Realense. O título é Camilo e o Teatro de Vila Real (percebe-se assim a razão da escolha do espaço onde decorreu a apresentação) e o seu autor é Manuel Tavares Teles, um estudioso de Camilo Castelo Branco, que já tinha publicado, na mesma colecção, outro trabalho de temática camiliana, Camilo Castelo Branco – Correspondências do “Periódico dos Pobres”. Apresentou o Autor e a obra Elísio Amaral Neves.
                Neste trabalho, abundantemente documentado, Manuel Tavares Teles aclara definitivamente as questões em torno do teatro onde teria sido representado o Agostinho de Ceuta, de Camilo, em 1846, e acompanha as diversas representações que esse drama e também O Marquês de Torres Novas, também de Camilo, conheceram.
CÂMARA MUNICIPAL DE VILA REAL  / Grémio Literário Vila-Realense

Sem comentários:

Enviar um comentário