sábado, 17 de setembro de 2016

Sou COMANDO

JORGE  LAGE
Só deveria poder falar com juízos valorativos dos Comandos ou de outras tropas especiais das Forças Armadas quem está por dentro do espírito e treino e objectivos. Só vai para lá quem quer. Depois, é preferível morrer um ou outro na instrução do que vários em combate.
Os/as politiqueiros/as deviam ter mais respeito pelas instituições castrenses que dão muita dignidade e respeito a uma Nação. Nunca se sabe quando toca a rachado. Depois...
Na Primeira República os militares e a maçonaria entenderam que os soldados portugueses não precisavam de treino. Isto é, treinavam em combate e foi a «mastragada» vergonhosa e dolorosa da batalha de La Lys.
Os Comandos são tropa de elite.
É preciso que os políticos ignorantes tenham a humildade e a calma de dizerem só o que sabem.
Os militares são dos que sofrem mais pela morte dos seus subalternos seja em instrução sejam em teatro de guerra...
Morrem tantos nas estradas, em acidentes de trabalho ou por falta de assistência correcta e atempada nos hospitais e ninguém se queixa e quando morre algum militar em instrução cai o Carmo e a Trindade. Queremos ser um país de bananas em todos os aspectos?
Pessoalmente estive para ir para os comandos e podia ter ficado num treino porque no «outono da vida» descobri que tenho um problema cardíaco. Só não avancei por à data já ser casado e ter uma filha.

Saudações,
Jorge Lage
Citando Fernando Bravo


Catarina Martins

Não a trato por minha senhora porque nestas curtas linhas não é minha intenção ofender ninguém.
Sou COMANDO.
Concluí o 24º curso, com sorte (a sorte protege os audazes), com a minha força de vontade e graças à minha saúde e constituição física.
Tenho idade para ser seu pai. E pela ordem natural das coisas partirei deste mundo antes de si, mas os COMANDOS continuarão, e até lá continuarei a ter um convívio anual com aqueles que tive a honra e o privilégio de comandar, onde seguimos as tradições dos COMANDOS lendo o CÓDIGO COMANDO e prestando homenagem àqueles que por lá deram a vida por Portugal.
E isso não vai poder extinguir!
Os COMAMDOS do 126º curso, já terminado, têm uma média de idades para serem seus filhos e na mesma lógica partirão deste mundo muito depois de si, os COMANDOS vão-lhe sobreviver!
E isso não vai poder extinguir!
De tão mal informada que está e tão mal formada que é, que teve o privilégio de me fazer soltar umas meias dúzias de gargalhadas ao ouvi-la.
Não entendeu que o facto de poder extinguir os cursos de COMANDOS, nunca há-de extinguir a sua mística. Esta existirá para sempre, celebrada por aqueles em que lhes corre nas veias o sangue COMANDO.
Disse que Portugal passou bem entre1993 e 2002 sem os Comandos.
Eu digo que Portugal passou muito bem entre 1143 e 1999 sem o BE.
COMANDO para sempre!
MMA SUMAE

Palavras do kamarada Godinho ke eu assino e subscrevo...

Sem comentários:

Enviar um comentário