sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Faz muito bem ao deitar

Por: Costa Pereira - Portugal, minha terra

Mesmo não sendo um apreciador da orla dourada deste mar de sonho, sou um cliente da marginal e do paredão desta praia que Aquilino imortalizou em A Batalha Sem Fim. Na terça-feira, antes de regressar aos alfacinhas fui almoçar ao Quebra Mar, onde o Manel do Peixe prima no serviço e na qualidade.
Desafiado por um casal de sobrinhos ainda em férias, e com o resto dos trocos ainda por gastar, nada como aceitar o convite e, porque não, também a boleia. Um rico passeio e almoço ao mesmo nível.
Muito bem ornamentado com fotos alusivos às actividades piscatórias, o Quebra Mar despertou-me curiosidade ao notar que algumas das fotografias expostas não eram alusivas ao Pedrogão pois nunca as tinha visto em nenhum outro sitio da Praia, como memória histórica. Dai perguntar a quem  sabia, a razão dessa ilustração com figuras alheias à balnear localidade. E logo obtive a informação: o concessionário é da Vieira de Leiria, e como tal faz divulgação da sua terra. São terras separadas apenas por uns escassos 5 ou 6 km. 
 Achei graça, ao ver que se o Pedrogão tem o Ti Luís Mira, arrais que Aquilino consagrou; também a Praia de Vieira, tem um Ti Falcão, que na Arte Xávega se notabilizou.

E o dia terminou em beleza, com a visita desta gente feliz da vida, a minha casa e os seus herdeiros, na brincadeira, num outro canto da sala. A jornada encerrou com um chá de doce lima que faz muito bem ao deitar.

Sem comentários:

Enviar um comentário